A origem do estereótipo

Depois daquela dose de Germana, muita gente questiona o porquê da má fama que a bebida ainda carrega. Saiba que a causa de todo o preconceito contra a cachaça vem do passado.

 Até pouco tempo, a maior parte da produção de cachaça ocorria sem nenhuma inspeção de qualidade. Os esforços para adequar os produtos são vistos a partir da década de 80, com a criação da primeira associação de produtores de cachaça do Brasil, a AMPAQ (Associação Mineira de Produtores de Cachaça de Qualidade). Outro fator responsável pela má reputação da cachaça era a ganância. Para se ter uma ideia, durante os séculos XVI e XVII, era comum misturar água do mar e pimenta para aumentar o volume da bebida na garrafa. Faziam isso porque, naquela época, a cachaça era moeda de troca no comércio escravista.

Felizmente, a escravidão acabou e, atualmente, muitas leis regulamentam a fabricação da cachaça. Mas ainda existem muitas pessoas que veem com maus olhos a bebida do Brasil. Para acabar de vez com o preconceito, contamos com sua ajuda. Chame seu amigo, que nunca provou da verdadeira cachaça de alambique, e lhe ofereça uma Germana.

Fonte: http://migre.me/9m2et

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A origem do estereótipo

  1. Lice Enderlein disse:

    Ok..aceito a sugestão: onde posso encontrá-la para a comprar? Moro no Rio, no bairro da Tijuca. Algum comercio do meu bairro tem disponível para venda?
    Lice Enderlein – (21)2571.5429

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s