Qual a melhor madeira para envelhecer uma cachaça?

Muito fácil responder essa pergunta. A melhor madeira simplesmente não existe! Isso mesmo. É impossível apontar um tipo de tonel que seja unanimidade entre os degustadores. Ou seja, gosto é gosto.

O que torna a cachaça diferente de todas as bebidas é exatamente a versatilidade que ela apresenta. O produtor pode abusar da criatividade na hora de decidir qual madeira usar. Só como exemplo, podem ser destinados para o envelhecimento tonéis de carvalho, umburana, amendoim, jequitibá, jequitibá rosa, ipê, ipê amarelo, bálsamo, pau-brasil, jacarandá, angelim-araroba, cerejeira, garapa, pereira (acarirana), peroba e vinhático.

São tantas possibilidades, que a Germana lhe dá a chance de decidir qual é a melhor: Defendendo o carvalho francês, temos a Germana 2 Anos e a Germana Brasil, envelhecidas por dois e cinco anos, respectivamente. A umburana é representada pela Germana Caetano’s, que passa dois anos nos tonéis. Já a Germana Heritage dá uma força para o carvalho e o bálsamo, descansando por oito anos no primeiro e dois anos no segundo. Depois de experimentar todas, você verá como é difícil escolher a melhor.

Fonte: http://migre.me/96BQy

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s